fbpx
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Entenda o que é fintech e por que ficou tão popular?

Já imaginou um mundo sem agências bancárias físicas, em que todos os serviços pudessem ser resolvidos a qualquer hora do dia por meio de seu smartphone com direito a atendimento de qualidade à sua disposição?

Imagine ainda um cenário em que você pudesse aumentar e reduzir o limite de seu cartão de crédito sem falar com ninguém, com apenas 1 clique no aplicativo. Para o terror dos bancos tradicionais, que se agarram à burocracia para amarrar seus clientes, esse mundo já existe e se chama fintech. Mas você sabe realmente o que é fintech?

Conhecer e entender o que é uma fintech é, portanto, um passo importante para encontrar alternativas melhores para os serviços tradicionais dos bancos.

Então, que tal aprender o que é fintech?!🤔😄

O que é fintech?

A palavra fintech é uma abreviação para financial technology (tecnologia financeira, em português). Ela é usada para se referir a startups ou empresas que desenvolvem produtos financeiros totalmente digitais, nas quais o uso da tecnologia é o principal diferencial em relação às empresas tradicionais do setor.

As fintechs podem oferecer as mais diversas soluções, como cartão de crédito, conta digital, cartão de débito, empréstimos, seguros, entre outros.

Alem disso, a maioria delas permite que os clientes controlem os produtos inteiramente através de smartphones, sem nunca precisar pisar em uma agência ou corretora. 

Por que ouvimos falar tanto de fintech?

O número de empresas criando soluções inovadoras para o setor financeiro vem crescendo. Afinal trata-se de uma tendência mundial de inovação que veio para transformar a relação das pessoas com o dinheiro.

Mas a ideia de unir tecnologia a serviços financeiros, no entanto, não é exatamente nova. Na verdade, alguns estudos apontam que a própria invenção dos caixas eletrônicos, no final da década de 1960, é um marco do uso da tecnologia para libertar as pessoas das filas dos bancos.

A popularização da internet, no entanto, foi o que realmente mudou as regras do jogo. O acesso mais fácil à web criou um novo cenário de competição em praticamente todos os setores da economia. Ficou mais fácil e barato criar e testar um novo produto e divulgá-lo para as pessoas usando canais digitais.

Essa união de serviços financeiros com tecnologia da informação mudou radicalmente o significado do que é fintech.

Quais as vantagens das fintechs?

Ao contrário de muitos bancos tradicionais, as fintechs trabalham para facilitar a vida das pessoas, fazendo com que elas consigam resolver problemas e utilizar serviços com rapidez e segurança. 

Enquanto um banco tradicional exige a presença do cliente na hora de abrir uma conta, com as fintechs o processo é bem mais prático. Sendo possível abrir uma conta de investimentos sem precisar sair de casa, bastando preencher os dados principais, como CPF e identidade.

No geral, as fintechs são conhecidas por oferecer soluções financeiras inéditas, menos burocráticas, mais intuitivas de serem usadas. Afinal, elas normalmente estão disponíveis no smartphone do cliente e com custos baixíssimos, às vezes inexistentes, para os usuários.

Um exemplo são os cartões de crédito sem anuidade ou as contas digitais gratuitas.

As fintechs são seguras?

No Brasil, nos Estados Unidos e em grande parte dos países do mundo, o setor financeiro é vigiado de perto pelo governo. 

Assim todas as empresas que criam produtos para este setor, sejam novos meios de pagamento ou cartões de crédito, por exemplo precisam seguir uma série de regras e normas específicas.

O Banco Central é uma das instituições que regula o mercado e monitora as atividades do setor financeiro no Brasil. Mesmo fintechs precisam seguir regras rígidas para oferecer seus produtos à população.

Por serem geralmente novas, nem sempre as fintechs possuem marcas reconhecidas pelo público. Uma das formas de saber se uma fintech (banco, corretora, ou qualquer outra empresa que ofereça serviços financeiros no Brasil) existe de verdade é por uma consulta no banco de dados do Banco Central. Basta acessar o link e digitar o nome da empresa ou o CNPJ no campo de buscas.

Qual é a diferença entre fintech e startup?

Podemos dizer que as fintechs são uma espécie de evolução das startups do setor financeiro.

Porque as fintechs são empresas de serviços financeiros que se diferenciam pelo uso da tecnologia e inovação.

As startups, por sua vez, são empresas inovadoras que ainda estão em estágio inicial, acabaram de chegar ao mercado, geralmente não apresentam lucro de início, mas têm grande potencial de rápido crescimento.

A grande diferença entre elas é que a startup não necessariamente faz parte do setor financeiro. Ela pode atuar no mercado de entretenimento, seguros, alimentação, tecnologia, vestuário, ou qualquer outro do mercado.

Compartilhar
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Equipe da Tec Software

Equipe da Tec Software

Este conteúdo foi escrito pela equipe da Tec Software, composta por especialistas.

Quer estar por dentro das últimas novidades? Assine!